24 março, 2008

Fest-i-Ball - Em Lisboa Também Se Dança


Os amantes das danças tradicionais têm este fim-de-semana uma boa oportunidade para desenferrujar as pernas e dar corda aos sapatos (ou não-sapatos) durante a quinta edição do Fest-i-Ball, que decorre de 28 a 30 de Março no Teatro da Luz, em Carnide, Lisboa. Durante os três dias de festival há workshops de tango e concertos/bailes dos Tanira e Dancing Strings (dia 28); workshops de saltos bascos, danças dos Ribatejo, danças a pares, danças portuguesas e gaita-de-foles e concertos/bailes dos No Mazurka Band e dos belgas Naragonia (dia 29; na foto); workshops de expressão corporal, danças búlgaras, «ceili dances», e acordeão diatónico e concerto/baile dos Naragonia (dia 30). Mais informações aqui.

8 comentários:

cristina disse...

«Em Lisboa Também Se Dança »???!!! Mas alguém põe isso em causa?! Em Lisboa dança-se todo o ano! O que é de assinalar é que também se vai dançando no resto do país! :)

Mas, de facto, este fim-de-semana é especial, e lá vai, mais uma vez, o resto do pais rumar a Lisboa para bailar! :D

António Pires disse...

Olá Cristina!

Não estava a pôr isso em causa, longe de mim!...

Bons bailes :)

menina limão disse...

que inveja dos lisboetas. os Naragonia são "a" banda tradfolk, a minha, pelo menos. mas os portuenses também vão ter direito, felizmente. :) mal posso esperar.

António Pires disse...

Menina-Limão:

Vi os Naragonia num Andanças passado (2003???) e também gostei muito... E vê lá como eu tenho mesmo «dois pés esquerdos»: usei o verbo «ver» em vez de «dançar ao som de...» ;)

menina limão disse...

pffff, só para meter nojo. bah. ao menos eu vou dançar. hihihi. :)

António Pires disse...

Menina-Limão:

Oh pá, eu não sei dançar :(((

Tenho os pés tão pesados que se a Mafia nova-iorquina me quisesse atirar ao rio na Ponte de Brooklyn nem precisavam de me atar uns quilos de cimento... Eu afundava-me logo ;)

menina limão disse...

:P

António Pires disse...

:)))