18 março, 2008

Homenagem às Vozes de Abril (Ou... Ainda É Possível Cantar a Liberdade?)


Os leitores deste blog sabem que não é comum eu vir para aqui falar de questões políticas. Às vezes acontece (como já aconteceu...), mas é raro. Mas também não escondo as minhas convicções e as minhas ideias, muitas delas comuns às de muitos links que tenho no fundo desta página, links chamados «Boas Causas» - e se lá estão por alguma razão é. Mas a verdade é que, por vezes, me apetece mesmo pôr a música de lado e falar sobre coisas que me preocupam como, desta vez, a minha - e de muita gente! - crescente sensação de que estamos, cada vez mais, a viver num país cujo Estado se está a aproximar perigosamente de um estado repressivo, policial, ditatorial. A «lei do tabaco», a ASAE, a ideia peregrina da proibição de piercings e tatuagens, a visita de polícias a escolas, a propagação da ideia de que os lugares vigiados por câmaras são mais seguros, o novo cartão de identificação electrónico, etc, etc, são apenas exemplos de como as liberdades individuais de cada pessoa estão cada vez mais a ser postas em causa. E é por isso - sim!, vamos acabar por falar de música - que é importante que haja, que haja ainda, concertos como o que vai decorrer, dia 4 de Abril, no Coliseu dos Recreios de Lisboa: a «Homenagem às Vozes de Abril», promovida pela Associação 25 de Abril e que, segundo a agência Lusa, juntará no mesmo palco José Mário Branco, Luís Cília, Vitorino, Waldemar Bastos, Brigada Victor Jara, Carlos Alberto Moniz, Carlos Mendes, Ermelinda Duarte, João Afonso, Fernando Tordo, Paulo de Carvalho, Janita Salomé, Tino Flores, José Jorge Letria e Manuel Freire, entre outros, e ainda «as bandas dos três ramos das forças armadas». O espectáculo - que também servirá para recordar José Afonso e Adriano Correia de Oliveira - será transmitido pela RTP no dia 25 de Abril. Será que algum dos nossos governantes estará lá no meio do público?

14 comentários:

laura disse...

É difícil cantar a liberdade hoje em dia, quando nos apertam o pescoço... Mas, mesmo com a voz rouca e meio sumida, a coisa vai... "Freedom is just another word for nothing else to loose..."

rui mota disse...

Aposto que vão lá estar muitos e de "cravo ao peito", pois claro!

isabel victor disse...

Pois ...

Será ?!


iv* a.braço.o

Anónimo disse...

Nós estaremos lá tb...e lindo texto Antonio,lindo...
Com carinho,
Luanda!
P.s: Em breve mais novidades sobre o "Young and Lovely"...mas sempre que eu venho te contar,vc já sabe de tudo,seu...antenado!rs!
Beijo,
Lu!

António Pires disse...

Laura:

Não podia concordar mais contigo :)) E olha que, aqui, a palavra «concordar» não quer dizer «com cordar», ou seja, «com uma corda» que nos aperta o pescoço. Mas... tens razão (e a grande Janis Joplin também :))

Beijos...

Rui Mota:

Olha que não sei, mesmo!, se irão lá estar... E deixarem transmitir aquilo pela RTP é um luxo da democracia que temos (ou... que ainda temos). É aproveitar enquanto é tempo!

Grande abraço...


Isabel Victor:

Pois, a tua dúvida é a minha dúvida. E o que me entristece é que haja dúvidas destas 34 anos depois da revolução. Não era suposto havê-las, pois não?...

Abraço...

Luanda:

Não sabia que irias lá estar mas é mais que justo que lá estejas :) Tu e os teus Couple Coffee... E, sim!, que venham daí, agora, as bossas e as novas!!! :)))

Beijo...

Curiosa disse...

Esta dos piercings e tatuagens foi a cereja no topo do bolo!
Ainda haverão mais?
É que a época delas vem aí e a zona das cerejeiras é lá para as beiras altas...!
:(

António Pires disse...

Curiosa:

Pois, não sei :(

Mas olha que as Beiras (sejam elas Altas, Baixas ou Litorais) não têm culpa dos políticos que nelas nascem ou nelas fazem o seu início de carreira ;)

nuno disse...

Dia Mundial da Poesia
Biblioteca Municipal Florbela Espanca -matosinhos

– Dia 20 de Março – 5ª feira


18.30h

Poemas do Contra, Baixo e Guitarra

Os Poemas do Contra, Baixo e Guitarra apresentam no auditório da Biblioteca Municipal Florbela Espanca, um espectáculo de música e poesia portuguesa, assentes na ideia de interferência das linguagens musical e poética, no cruzamento dos sons com as palavras. Sons que vão do clássico ao mainstream e desde o puro improviso ao free jazz. Palavras que revivem a poesia portuguesa do séc. XX: Fernando Pessoa, Mário Cesariny, José Gomes Ferreira, Natália Correia, Ary dos Santos, Alberto Pimenta, António Gancho, Al Berto, Adília Lopes, entre outros.

22.00h

Couple Coffe – Co’as Tamanquinhas do Zeca

Uma sonoridade contemporânea, única e inesquecível, no átrio da Biblioteca Municipal Florbela Espanca. Os Couple Coffee farão um tributo a um dos maiores cantautores portugueses de sempre, Zeca Afonso. Este é um espectáculo que assenta no cancioneiro de Zeca Afonso e que nos traz um punhado de pérolas, algumas totalmente esquecidas ao lado de outras que, de tão amadas pelo público, se tornaram em autênticos hinos. Neste projecto, Luanda Cozetti e Norton Daiello contam com os préstimos de Ruca Rebordão, mestre percussionista, e Sérgio Zurawski, dono da mais subtil e elegante guitarra que já se ouviu. Ao vivo, funcionam como uma unidade, entregando-se de alma e corpo a uma música carregada de luz e pormenores de orquestração absolutamente geniais. Com o reportório do eterno Zeca Afonso e o sabor brasileiro presente não só no sotaque mas também nos detalhes que rodeiam as melodias, os Couple Coffee são uma das mais originais propostas musicais que Portugal tem hoje para oferecer.

Estes espectáculos são de entrada livre e gratuita!

António Pires disse...

Nuno:

Acabou de inaugurar a secção «anúncios gratuitos» na caixa de comentários do Raízes e Antenas :) Fez bem e não custa nada!

Volte sempre...

ANNA-LYS disse...

Dear António,
I am convinced that no blogist can write post after post without showing political views. It is impossible to write with emotions and music, and at the same time hide Your opinions, that is an utopia. I know that You know and share this statement!

I can't understand the content of Your post, fully. Probably due to lack of cultural and national taken for granted mutual understanding. But, while trying to grasp its content ... it smells UN and Swedish laws, when it comes to controlling peoples whereabouts. I am certain it will not be long before we got that computer chip in operated back in our necks.

Are You not allowed to have concerts, either?



... and I just arrived here to wish You and Your family a lovely Easter Holiday ... not exactly good timing, right!?!


(( abraco ))

en-aveugle disse...

é preciso não esquecer os valores de abril! e nada melhor do que a música para os lembrar (:

António Pires disse...

Dear Anna-Lys:

You're absolutely right and right to the point... And I hope that «computer chip in operated back in our necks» never come!

I wish a Happy Easter to you too :)

((kram))


En-Aveugle:

Também tens razão! A música dos «cantores de Abril» é um bom «farnel» - como diz a canção do José Mário Branco - onde ainda podemos alimentar o nosso desejo de Liberdade!

Anónimo disse...

Mas, afinal, onde é que podemos comprar bilhetes para a festa? Ou é de graça (como os cravos)?

Rui Mota

António Pires disse...

Rui:

Fiz copy/paste do site do Coliseu dos Recreios:

Preço Bilhetes:

1ª Plateia
20€
2ª Plateia
15€
Balcão Central
13€
Camarotes de 1ª Frente (6 pessoas)
72€
Camarotes de 1ª Lado (5 pessoas)
50€
Camarotes de 2ª Frente (6 pessoas)
54€
Camarotes de 2ª Lado (5 pessoas)
35€
ver sala

Locais de Venda:
worten
Coliseu dos Recreios
Lojas Fnac
Agência ABEP
Agência Alvalade
www.ticketline.pt


Reserva de Bilhetes


Coliseu - Tel.: 21 324 05 80 (das 10H00 às 19H30 2ª a 6ª feira

Ticketline - Tel.: 707 234 234 (das 11H00 às 20H00 2ª a 6ª feira das 13H00 às 20H00 Sábados, Domingos e Feriados)

Um grande abraço...