19 novembro, 2007

Couple Coffee - De Tamanquinhas no CCB


Na minha humilde opinião, o melhor álbum de homenagem a José Afonso - entre os muitos que foram editados este ano - tem o nome de «Co'as Tamanquinhas do Zeca» e é assinado pelo duo brasileiro Couple Coffee, Luanda Cozzetti (voz) e Norton Daiello (baixo eléctrico), neste álbum acompanhados por Sérgio Zurawsky (guitarra eléctrica)e Ruca Rebordão (percussões). E é esta formação, Couple Coffee & Band - reforçada com um convidado de peso, Júlio Pereira - que vai apresentar novamente o fabuloso espectáculo baseado neste álbum (o segundo do grupo, depois de «Puro»), amanhã, dia 20 de Novembro, desta vez no Pequeno Auditório do Centro Cultural de Belém, em Lisboa. Um espectáculo imperdível, com as canções de José Afonso a serem sujeitas a transformações, torções, invenções que, longe de as desvirtuar, lhes dão um brilho e uma vivacidade completamente novos. Mais informações aqui e aqui.

16 comentários:

Eduardo Jai disse...

Ouvi falar, vi qualquer coisa na TV, mas ainda não ouvi.

Costumo gostar mais do Zeca Afonso no estado puro, no entanto. Pode ser que desta vez seja diferente.

Um dia BOM

António Pires disse...

Eduardo Jai:

Ninguém está aqui a tirar o mérito ao génio - mais do que evidente -de José Afonso e da sua obra, pelo contrário. E sim, também costumo gostar mais dos seus originais do que de muitas versões que têm sido feitas ao longo dos anos e durante este ano. Mas experimente ouvir os Couple Coffee: é capaz de ter mesmo uma surpresa!

Uma noite boa...

Eduardo F. disse...

E também vão estar na Fnac de Braga...

António Pires disse...

Eduardo F.

Quando?...

Obrigado pela informação e um abraço (nestes dias da Grande Invasão dos Eduardos no Raízes e Antenas :)))

Chá de Lucia Lima disse...

Oiiiiieeeee! Não resisti! Couple Coffee um grupo maravilhoso que isterpreta sem qualquer sombra de dúvidas as canções do Zeca de uma forma inesperada e -- desculpem lá: maravilhosamente! Depois é assim, a Luanda Cozetti é de uma genorosidade sem fim e trata os seus apreciadores com um carinho que só visto. Em bom português e, dada a qualidade musical do grupo: sem peneiras! Sou fã dos Couple e tenho divulgado as "Tamanquinhas" por onde passo e só vos digo, ainda não encontrei quem não gostasse mas...o desconhecimento ainda é muito e...eles não merecem!

Vá, vejam aqui http://xadelima.blogspot.com/2007_06_01_archive.html e...reparem nos comentários! É que a Luanda "apaparica" os fãs.....como ninguém! :-)

Beijinhossss!

António Pires disse...

Lúcia Lima:

Posso assinar as tuas palavras por baixo? :)))

**Beijinhos** e ((Kandandus))

LPA disse...

De acordo, António, mas olha que o da Cristina Branco não é nada mau!

LPA

António Pires disse...

LPA (LPA?? ;)

Sim, também gosto dos álbuns de homenagem a José Afonso da Cristina Branco - melhor em disco do que no concerto que vi no Jardim de Inverno do S.Luiz, que não correu lá muito bem, apesar de estarem ali reunidos uma das melhores cantoras portuguesas e alguns dos melhores músicos portugueses (e brasileiros) - e dos Frei Fado d'El Rei... Mas o dos Couple Coffee é, repito, na minha humilde opinião, o melhor de entre eles todos... Se és o LPA que eu penso, volta sempre - e até podes contar a história de quando o José Afonso deu uma canção ao Caetano Veloso (o «London, London») na tua casa de Londres :)Se és outro, que voltes também :)

Um abraço

Eduardo F. disse...

António, os CC vão estar na Fnac de Braga no dia 28 deste mês (Novembro), às 21 e 30h. Podes ver os eventos aqui: http://www.fnac.pt/images/agenda/agenda_braga.pdf

E quanto a essa nota que deixaste sobre o Zeca e o Caetano, isso é verdade? O Zeca deu a London, London ao Caetano? Quer dizer, foi o Zeca que a escreveu? A letra ou a música (ou ambas)?

Tenho um amigo brasileiro que ainda não conhece o Zeca, mas vai ficar marado de saber isso, se é verdade.

Abraço e até amanhã.
Edu

António Pires disse...

Eduardo:

É verdade, é! Não se mente neste blog! :)

Agora, ou esperamos pela história completa e in-loco do LPA (se for o LPA que eu conheço :) ou então ficamo-nos por esta, já existente num livro sobre música portuguesa e que poderás confirmar facilmente: a linha melódica do «London, London» foi dada ao Caetano Veloso pelo José Afonso em Londres, em finais dos anos 60, e se vires bem, aquela frase musical é completamente «zequiana».

E ainda há mais cruzamentos entre o Caetano Veloso e o Gilberto Gil, seu companheiro de aventuras musicais e exílio político, e a música portuguesa: a sua passagem e colaboração em gravações no estúdio do Quarteto 1111 - infelizmente perdidas ou milagrosamente reencontradas (???) - quando estavam em trânsito para Londres, via... Casino Estoril (cf. no meu livro «As Lendas do Quarteto 1111»), passagem que deu origem à gravação do tema ««Volkswagen Blue», de Gilberto Gil, no primeiro álbum a solo de José Cid, em 1971 :))

E, claro!, muito obrigado pela informação sobre os Couple Coffee em Braga :)

Um grande abraço...

Alan Romero disse...

O concerto dos Couple Coffee ontem foi soberbo! Quem viu, viu...
A surpreendente história da "parceria" Zeca & Caetano em "London, London" foi contada pelo Luís Pinheiro de Almeida no site da AJA, aqui:
http://vejambem.blogspot.com/2006/02/o-london-london-de-zeca.html
E essa, hem?

lord quality T.O. disse...

Conheço os Couple Coffee desde seu primeiro disco "Puro", através da matéria do jornal Público por Nuno Pacheco em 2006.
Chamou-me a atenção os 9 valores que foi atribuído ao disco, pouco comum a trabalhos novos e desconhecidos.
Quando este ano lançaram o cd de tributo ao José Afonso "Co'as Tamanquinhas do Zeca!", as quatro estrelas e meia novamente surpreenderam a todos, inclusive a mim.
Foram a capa do segundo caderno com "Zeca vira Tropical".
Ontem estive no CCB e assisti-os com um espanto como à muito não acontecia.
Preparem-se todos, os Couple Coffee estão aí e ainda nem começaram a fazer o barulho que se anuncia.
Os gajos se não são geniais, são diferentes de tudo o que há de novo.
Há quem os considere génios de um novo conceito, eu concordo.
Moro em London, trabalho cá como correspondente e afirmo que logo as barreiras aos Couple Coffee ainda existentes ficarão para trás.
Estive a observá-los depois do concerto, são simpáticos e acessíveis como já imaginava, humildes mas conscientes de seu valor.
Vi músicos na platéia com ar de espanto, até Julio Pereira que participou do concerto estava rendido aos Couple.
Grande noite, grande banda, grande som, grande futuro.

Anónimo disse...

Salve queridos!
Minhas orelhinhas virtuais ficaram quentinhas com tanto carinho!rs!
Ontem correu tudo muito bem lá no CCB,e a energia amorosa de vcs esteve bem presente conosco!
Julinho Pereira abalou as estruturas!
Portugueses,orgulhai-vos do gajo!rs!
Muitos beijos,
Luanda!

António Pires disse...

Alan Romero:

Muito obrigado por ter deixado aqui o «link» para a história, que foi originalmente contada pelo Luís Pinheiro de Almeida no livro «Enciclopédia da Música Ligeira Portuguesa» (era a esse livro que me referia.

Um abraço

lord quality T.O.:

Obrigado pelo relato vivo da noite de ontem! E volte sempre!


Luanda:

E obrigado a ti - e aos teus rapazes - pela música que nos dão (neste caso, no bom sentido :)

Muitos beijos e volta sempre :)

Chá de Lucia Lima disse...

Kkkkk....eu não disse? Eu não disse que a Lulu era assim? Simples, simples mas....tão grande!

Foi bom o CCB, né? Mais uma vez falhei mas k fazer....estou tão a Sul! :-/

Beijãoo & Kandandus! :-)))

Anónimo disse...

Moçada, já está na hora da Imperial!rs!
Pra continuarmos todos no bom sentido!rs!
Com carinhio,
Lulu!