07 maio, 2007

The Folk Songs Trio - Viagens Intermináveis



O compositor, músico e construtor de instrumentos luso-angolano Victor Gama (na foto; mentor dos Instrumentos Pangeia e incansável investigador das músicas africanas, nomeadamente no seu projecto Odantalan), o contrabaixista norte-americano William Parker (que colaborou com luminárias do jazz como Cecil Taylor, David S. Ware e Peter Brötzmann, mas também com músicos de outras áreas como DJ Spooky) e o percussionista, também norte-americano, Guillermo E. Brown (que tocou com Matthew Shipp, David S. Ware e tem feito várias incursões nas electrónicas e no hip-hop) embarcaram numa aventura, The Folk Songs Trio, que os levou a recolher música e ambientes sonoros em cinco cidades portuguesas - Lisboa, Torres Vedras, Porto, Braga e Guarda. É o resultado destas recolhas (efectuadas pelos músicos mas também por associações e escolas de música locais), juntamente com a música feita pelos três - William Parker em contrabaixo, instrumentos de sopro tibetanos e de cordas africanos, Victor Gama em toha, arha, acrux e kissange, e Guillermo E. Brown em percussões electrónicas, laptop e voz - que pode ser visto em concerto nas cidades que serviram de base ao projecto: Lisboa (Culturgest, 10 de Maio), Torres Vedras (Teatro-Cine, 11 de Maio), Porto (Fundação de Serralves, 12 de Maio), Braga (Theatro-Circo, 18 de Maio) e Guarda (Teatro Municipal, 19 de Maio); concertos que são caracterizados no texto de apresentação como um cruzamento de jazz de vanguarda, hip-hop, músicas tradicionais, minimalismo e electrónica. Paralelamente, o site do Folk Songs Project - que apresenta mapas interactivos com os locais em que foram realizadas as recolhas - permite também aos visitantes misturar os ambientes com a música do trio e assim criar composições próprias.

7 comentários:

isabel mendes ferreira disse...

o b r i g a d a.




_________________

passar aqui é saber mais e mais.



e de um bom gosto irrepreensível.


_________________beijo.

un dress disse...

desta vez sim! ainda bem que sei a tempo: para pôr num post aqui ao lado e passar em serralves...!!

(vou ver o site agora)


ps.a tua referência ao cântico dos cânticos foi tão mas tão... bonita...ObriGada!!! :)

cj disse...

bela descoberta esta, já que sou um apaixonado pelos sons que se fazem pelo mundo.
agradeço e retribuo com muito gosto!

Bandida disse...

deslumbrada estou com o teu blog. a tua orquestra de vidas. todas. completamente deslumbrada.

tenho muito que aprender contigo.


beijo

B.
____________________________

António Pires disse...

Isabel, Un-Dress e Bandida:

Sabem sempre muito bem as vossas palavras!!! Obrigado!!! E, acrescento, é muito bom aprendermos todos uns com os outros...

Beijos

CJ:

O (eter) também foi uma belíssima surpresa! Obrigado pela visita!

Abraço

Maria disse...

Olá!

Já se tornou um hábito muito bom visitar o seu blog.

É um prazer, ler tudo o que aqui escreve, sobre música.

Maria

António Pires disse...

Maria:

O prazer é meu. Volte sempre!