10 maio, 2007

Viseu a 15 do 6 - Maratona de Música no Viriato (e Redondezas)



O Crónicas da Terra deu as primeiras informações. E agora foi o Juramento Sem Bandeira que as completou: nos dias 15 e 16 de Junho o Teatro Viriato, em Viseu, apresenta uma maratona de música (36 horas de programação!) que inclui concertos do fabuloso grupo brasileiro Cordel do Fogo Encantado, do interessantíssimo projecto Mountain Tale (que reúne o coro feminino búlgaro Angelite, o grupo de Tuva Huun-Huur-Tu e o o grupo russo Moscow Art Trio), da divertidíssima trupe de música italiana retro Anonima Nuvolari (na foto, de Rui Palha) e os blues sentidos e antigos dos Nobody's Bizness; uma homenagem ao músico viseense José Valor (Centro de Pesquisas Ruído Branco/Lucretia Divina/Major Alvega), falecido em 2004; uma sessão de DJ dos Dezperados (acompanhada por projecções vídeo dos Daltonic Brothers) e, a encerrar, outra sessão de DJ - esta previsivelmente avassaladora, como todas as que eles assinam - do colectivo Bailarico Sofisticado. Os palcos do festival repartem-se pelo Teatro Viriato, o Adro da Sé, o Largo Mouzinho de Albuquerque, o Parque Aquilino Ribeiro e as ruas da cidade. Mais informações aqui.

11 comentários:

Dijambura disse...

Acho que vai valer a pena!Uma cidade bonita com uma boa oferta musical é sempre uma tentação! Aproveito também para divulgar o Festival Portugal a Rufar que se irá realizar entre 1 e 3 de Junho na também bonita cidade do Seixal!
http://www.portugalarufar.com

António Pires disse...

Olá Dijambura,

Já tinha divulgado o Portugal a Rufar num post de 10 de Março, mas nunca é demais lembrá-lo... Este ano o Portugal a Rufar já não é no belíssimo jardim da Quinta da Fidalga mas é na Fábrica Mundet, onde também deve funcionar bem (e dar muitas saudades do Cantigas do Maio...). Volta sempre!

un dress disse...

bom saber...:)

Rini Luyks disse...

Olá António,

Muito merecido a homenagem ao José Valor. Vou ver se consigo ir lá, mas receio ter trabalho nos arredores de Lisboa naquele fim de semana...

Um abraço

António Pires disse...

Olá Rini,

É sim senhor... E não te preocupes que eu «acendo uma vela» por ti em Viseu...

Um abraço

António Pires disse...

E olá Un-Dress,

É sim senhor, bis... É bom saber que festivais destes não acontecem só nas grandes cidades mas também - e cada vez mais - em locais do interior.

Beijo

reiluis2001 disse...

Olá António, não precisavas de referenciar o Crónicas aqui. És um senhor... dá um baile de "webetiqueta" aos veteranos dos sites (sabes bem do que falo)...

abraços

lr

António Pires disse...

Olá Luís!

Claro que precisava, foi no Crónicas da Terra que primeiro li sobre este festival... É uma questão de honestidade básica e óbvia, acho eu...

Abraços

Petronila disse...

Querido, querido Antoine

Vais partilhar a festa connosco por lá?

beijos, tantos

António Pires disse...

Querida Petra,

Vou, sim senhor!! E vou estar nas primeiras filas a ver-te com os teus Nobody's Bizness!! Já tenho saudades...

Beijos, muitos...

Anónimo disse...

ola
é so para dizer que o cordel do fogo encantado é a melhor banda do mundo!!! por isso dia 15 la estarei :)) anamarta