11 junho, 2007

Eugénia Melo e Castro - Na Pop... de Portugal



Eugénia Melo e Castro é a cantora portuguesa mais brasileira depois de Carmen Miranda (ainda ia escrever «é talvez a cantora...» mas o «talvez» não é mesmo necessário), fazendo sempre pontes entre a música do nosso país e a música do Brasil. É, por isso, uma surpresa o álbum que Eugénia Melo e Castro edita dentro de uma semana. Um disco gravado no Brasil, sim - em São Paulo, nos meses de Abril e Maio deste ano - e com músicos brasileiros, sim - Eduardo Queiroz (guitarras e teclados), Emílio Mendonça (piano), Christiano Rocha (bateria), Cláudio Machado (baixo eléctrico), Renato Consorte (guitarra) e Daniel Alcântara (flugelhorn) -, mas com um título e um alinhamento que não deixam dúvidas. O álbum chama-se «PoPortugal» e a lista de canções presentes inclui «Se Quiseres Ouvir Cantar» (TóZé Brito, 1972), «Asas (Eléctricas)» (GNR, 2000), «Amor» (Heróis do Mar, 1984), «O Sopro do Coração» (Clã, 2000), «Romaria» (Jáfumega, 1983), «Põe os Teus Braços à Volta de Mim» (Gabriela Shaff, 1978), «Eu Sou» (Doce, 1981), «Se Eu Fosse Um Dia o Teu Olhar» (Pedro Abrunhosa, 1995), «Sonho Azul» (Né Ladeiras, 1984) e «Sozinha Pelas Ruas» (Pilar Homem de Mello, 2001). O álbum é editado via Universal Music no dia 18 e, dois dias antes, a 16, Eugénia Melo e Castro faz a sua apresentação num concerto no Centro Cultural de Belém, em Lisboa.

10 comentários:

un dress disse...

há muito que não ouvia falar da eugénia ... de quem muito gosto!

mas agora estava a ler aí abaixo e a ouvir os led zeppelin a gaita de foles.

projectada
no

planalTo .................... ~~ ~


abraÇo.te

António Pires disse...

Un-Dress:

Quem me dera estar agora a ouvir gaitas-de-foles no planalto transmontano! Ou o som de um tubo harmónico como no filme «Rosa de Areia», do António Reis! Mas fica para breve, acho eu...

Beijo e Abraço

Curiosa disse...

Coincidência, sim? Ou talvez não...
É que tinha um post escrito, já há algum tempo, sobre os concertos que ela vai começar a dar agora. Não o quis postar na altura em que fui informada, por não ter as datas certas.
E como fã e amiga devia escrever algo com mais alma...
Aqui só posso dizer que é a voz mais cristalina de Portugal!
LINDA LINDA!!!
;))

António Pires disse...

Curiosa:

Bem-vinda a este cantinho! Só é pena que não fique por cá (leia-se Lisboa) para a sardinha assada e o manjerico! Mas, por isso : boas salsas, bom son, boas cumbias e mambos e rumbas...

Curiosa disse...

Claro! Vou para as latinas da outra banda!!! Not bad, hein???

Amo sardinha e amo conbíbio, mas fico doida com multidões e 'apertos'!
Enfim, ça depende! Talvez uma boa desculpa para rumbanar e mambar...

Mas acabei de combinar uma petiscada com sardinha na beira litoral, para mim a melhor de todas, eheheh!!!

Rotiv disse...

A Eugénia vai tambem dar um concerto no Montijo ( principios de Julho creio eu). EU VOU !!!!!

Clara Hall disse...

há nostalgia no ar. na quase sépia da fotografia, na lembrança do timbre inconfundível da Eugénia em luna lunera com o Ney Matogrosso, nas suas referências a canções que eu esperava ansiosamente que alguém pedisse em Quando o telefone toca quando era miúda...tudo encantador!

Boa noite, António.

António Pires disse...

Rotiv:

Do Montijo, não sabia. Fica a informação e o meu obrigado...

Clara:

Ui, o «Quando o Telefone Toca»! Ainda me lembro de alguns jingles do programa que, por pudor, não vou deixar aqui...

Boa (outra) noite, Clara

Jonas disse...

Excelente blog! Parabéns :) E viva Eugénia, a minha cantora de eleição.
Abraço e um bom fim de semana.

António Pires disse...

Jonas:

Bem-vindo! E parabéns, também, pelo seu A Luz do Meu Caminho e que eu vou adicionar já aos meus favoritos (e aos meus links quando conseguir pôr ordem na... ordem alfabética).

Um abraço