09 outubro, 2006

Fados e Phados de Outono


O fado - e os seus vários caminhos - invade o calendário de espectáculos deste Outono em Lisboa, Porto e outras cidades com concertos imperdíveis de Lula Pena (na foto), A Naifa, Cristina Branco e Aldina Duarte...

Lula Pena - autora de um ovni da música portuguesa, o álbum «Phados», no já longínquo ano de 1998 - dá um raro concerto em Lisboa, na ZDB, sábado, dia 14 de Outubro. E dela podem esperar-se fado, música brasileira e cabo-verdiana, música tradicional portuguesa, aproximações ao Norte de África; sempre apresentados de uma maneira inesperada e hiper-personalizada... Desde há alguns anos que Lula Pena está a trabalhar num novo álbum, algures no Alentejo. Talvez no sábado se descubra que outro ovni vem aí...

Cristina Branco homenageia Amália Rodrigues no espectáculo «21 Gramas» - baseado na ideia ou crença ou eventual verdade científica de que o corpo perde 21 gramas no momento da morte e que será esse o peso da alma - em concertos no Porto (Casa da Música, dia 19 de Outubro) e Lisboa (Centro Cultural de Belém, dia 25 de Novembro). E é a alma de Amália que Cristina Branco «encarna» neste espectáculo em que o reportório é exclusivamente baseado em temas cantados originalmente por Amália Rodrigues. No próximo ano, Cristina Branco irá à procura de outra alma, a de José Afonso.

Por sua vez, Aldina Duarte recupera o espectáculo «Crua», que tem concepção e direcção cénica do encenador Jorge Silva Melo, e apresenta-o, em Novembro, na Culturgest, Lisboa (dia 17) e na Casa da Música, Porto (dia 19) e, em Dezembro, no Teatro Viriato, em Viseu (dia 15).

Por último, o melhor projecto de sempre de re-actualização (e também re-ritualização) do fado, A Naifa, faz um apanhado de canções dos seus dois álbuns - «Canções Subterrâneas» e «3 Minutos Antes De A Maré Encher» - para o espectáculo global «As Canções d'A Naifa», que sobe à cena em Dezembro, dia 1 no Teatro Maria Matos (Lisboa), dia 6 no Teatro Aveirense (Aveiro), dia 7 no Teatro Circo (Braga) e dia 9 no Teatro Municipal de Faro. Imperdível.

7 comentários:

Petra disse...

A Aldina é a mulher mais bonita do país e Lisboa vai andar cheia de blues este outono. Vão ser é blues em português, mas serão igualmente azuis. ;)
beijo grande, Antoine de mon coeur

ANNA-LYS disse...

Thanks dear Antonio for your comforting comment.

*hug*

Anna-Lys

António Pires disse...

Olá Petra!

Sim, a Aldina Duarte «tem os blues», assim como tu «tens o fado». Ainda vos hei-de ver às duas a cantar em conjunto... Mas não percas também a Lula Pena nem A Naifa nem a Cristina Branco. São outros blues, ou os mesmos... Beijos.

Hello Anna-Lys,

Have courage... and, belive!, Magic will be with you everytime... And you will find her in the future... A big hug...

Palhaço do Xadrez disse...

É verdade, a não perder a Lula Pena, e não me falem em semelhança física com a Amália Rodrigues (com todo o respeito)...

António Pires disse...

Olá Rini!

Mas olha que há, pelo menos, uma foto da Lula Pena (no booklet do álbum «Phados») em que ela é a cara chapada da Amália... No entanto, musicalmente ela está bastante longe da Amália e isso é bom... A ZDB merece ser invadida no próximo sábado (o pior é o calor da sala)...

alonsii disse...

Recuerdo que Lula Pena vivió una temporada en Barcelona e íbamos a verla tocar y cantar en un pequeño y oscuro bar... Una experiencia única!!! Felicidades por este blog tan maravilloso!!!

António Pires disse...

Alonsii:

Sim, a Lula Pena é única!!! E muito obrigado pelos elgios ao Raízes e Antenas (intentei escribir en español ou catalán pero soy muy malo en las duas lenguas)

Abrazo